Pesca ilegal de tubarões coloca a espécie em risco

Uma empresa do Belém-PÁ comercializou ilegalmente 24 toneladas de barbatanas, equivale ao abate de 280 mil tubarões de acordo com os cálculos da ONG Instituto Justiça Ambiental, que multou a empresa em R$ 1,38 bilhão pelos danos ambientais.

Os maiores consumidores de barbatanas são os chineses, as barbatanas não tem gosto de nada e nenhum valor nutricional, eles consomem em forma de sopa, pois faz parte da crença deles.

Os pescadores pegam os tubarões, retiram as barbatanas e jogam ele novamente no mar, para que o animal morra de fome. É proibido a pesca somente de barbatanas, tem que pescar o animal inteiro, mas esta pesca esta se tornando cada vez mais frequente, já que chegam a pagar R$ 80,00 por barbatanas.

Algumas espécies de tubarão estão ameaçadas de extinção, nem o tubarão-baleia é polpado. E o pior é que continuarão com a pesca.

A empresa multada no Para, foi procurada por diversos jornais, e disse que não vai se manifestar sobre o assunto.

Nenhum comentário: