Reciclagem

A partir de agora, os moradores da cidade de São Paulo terão que pagar pelas sacolas plásticas no supermercado. Estas sacolas vão muito mais além de uma taxa extra no bolso dos paulistanos, a prefeitura tenta, através desta medida aumentar a quantidade de lixos recicláveis na cidade.

As sacolas são personalizadas em "RECICLÁVEL" e "NÃO RECICLÁVEL". Os moradores deveram separar seus lixos e colocar os lixos nas suas devidas sacolas.
A ideia é muito boa pois, uma cidade como São Paulo possui uma grande produção de lixo por dia, mas precisa de um pouco a mais que apenas trocar as sacolas plásticas, é necessário orientar a popular e implantar uma educação ambiental, para que elas saibam diferenciar o lixo reciclável do não reciclável, e para que saibam da importância que esta atitude gera para o meio ambiente.

O papel comum pode e deve ser reciclado, além de poupar as árvores o papel demora entorno de 2 a 4 semanas para se decompor. Os vidros podem ser reutilizados ou até mesmo reciclados, pois cada garrafa de vidro demora cerca de 4 mil anos para se decompor na natureza (imagine quantas garrafas de vidro a cidade de São Paulo descarta por dia).

Mas não basta apenas colocar o lixo reciclável na sacola reciclável, este lixo precisar estar limpo e seco, caso contrario não poderá ser reciclado ou reutilizado.

Nenhum comentário: